Por raphael.perucci

Rio - Defensor público federal, André Ordacgy fez uma vistoria no Célio de Barros para conferir se a liminar que impede qualquer demolição no estádio e no vizinho Parque Aquático Julio Delamare estava sendo cumprida. Não gostou do que viu: afirma, em seu relatório, que a decisão da Justiça foi desrespeitada. Máquinas faziam escavações, a pista de provas havia sido soterrada e a gaiola de arremesso de pesos fora arrancada. Para ele, há um “claro desafio à autoridade judicial”.

Você pode gostar