Por thiago.antunes

Rio - Terminou nesta sexta-feira um falso sequestro forjado por um casal da cidade de Santos, em São Paulo. Gabriele Teixeira, 20 anos, e o namorado, de 17, estavam desaparecidos desde o dia 8 de julho e foram encontrados em Copacabana pela Polícia Federal. Encaminhados para a Delegacia Anti Sequestro, no Leblon, eles admitiram que tudo não passou de uma farsa e afirmam que fugiram de casa após receberem ameaças de morte de uma amiga de Gabriele chamada Marta.

“Ela tinha ciúmes do nosso namoro e tinha batido no meu namorado dias antes. Disse que dia 9 de julho nós íamos pagar por tudo”, contou Gabriele.

Os dois dizem que inventaram sequestro porque eram ameaçados Raphael Bittencourt / Agência O Dia

O casal pegou um táxi de Santos até São Paulo. De lá, seguiu para o Rio de Janeiro de ônibus e alugou uma casa na Rocinha. Quando notaram o desaparecimento dos jovens, as famílias fizeram buscas por hospitais de Santos e registraram queixa na 1ª DP da cidade. Dias depois, um homem, a pedido do casal, ligou para as mães dos dois anunciando o sequestro e pedindo R$ 10 mil para libertá-los.

“Eu queria dar um susto nos meus pais”, admitiu o rapaz, enquanto a namorada afirmou que não queria o dinheiro. “Era só para o sequestro parecer real”, alegou.

Eles mesmos decidiram deixar a Rocinha e ligar para casa dizendo que haviam sido soltos pelos sequestradores. Quando levados para a delegacia, desmentiram o caso. Agora a DAS de São Paulo investiga.

Você pode gostar