Por raphael.perucci

Rio - Caciques do PMDB apostam que o secretário de Segurança, José Mariano Beltrame, não será candidato a vice-governador na chapa de Pezão. O mais provável é que a vaga seja guardada para um petista: o grupo de Sérgio Cabral não desiste de fazer com que Lindbergh Farias abra mão de tentar o Palácio Guanabara.

Além da resistência de Beltrame, a candidatura enfrenta outros obstáculos: a queda na popularidade de Cabral — que reforça a necessidade de alianças —, problemas em UPPs e a criticada atuação da polícia em manifestações públicas.

Beltrame poderá não estar na chapa de PezãoAgência O Dia


Você pode gostar