Por bianca.lobianco

Rio - Os filhos do pedreiro desaparecido Amarildo Dias de Souza, de 47 anos, chegaram, nesta quinta-feira, ao Ministério Público do Rio para uma reunião com o procurador-geral de Justiça Marfan Martins Vieira e com o delegado titular da Delegacia de Homicídios (DH) Rivaldo Barbosa. Desde quarta-feira a DH assumiu a investigação do desaparecimento de Amarildo. A mulher do pedreiro e a mãe dele não compareceram ao MP.

Você pode gostar