Beltrame irá suspender anistia dada aos PMs pelo coronel Erir Ribeiro

Secretário não sabe ainda o futuro do ex-comandante da PM

Por O Dia

Rio - O secretário de Segurança Pública José Mariano Beltrame disse que vai suspender a anistia dada aos PMs que cometeram delitos de “menor potencial ofensivo”, concedida pelo coronel Erir Ribeiro Costa Filho. "Nos vamos suspender esse ato do coronel Costa Filho. Vamos estabelecer critérios objetivos para acabar com dúvidas em relação ao mesmo"

O secretário também falou sobre o futuro do ex-comandante da PM, exonerado do cargo na noite de segunda-feira. "O futuro do Erir ainda não sei como vai ficar. Se vai parar, ou se vai para casa. O comandante fez alguns movimentos que foram apresentados em um momento em que a sociedade exige transparência do estado, exige sensibilidade. Esses movimentos geraram um desgaste. Chegamos a conclusão que seria melhor para todos nós. E entendo que a saída foi natural", esclareceu.

O secretário de Segurança Pública José Mariano Beltrame e o novo comandante da PM José Luís Castro MenezesEstefan Radovicz / Agência O Dia

Nomeações

Durante entrevista coletiva realizada na tarde desta terça-feira, o novo comandante da Polícia Militar José Luís Castro Menezes agradeceu a Beltrame por tê-lo escolhido. "É um orgulho muito grande e espero corresponder", disse.

O novo comandante da PM anunciou que o coordenador de UPPs, o coronel Paulo Henrique de Moraes, será o novo chefe do Estado Maior Operacional da PM. Ele também indicou para a chefia do Estado Maior administrativo o coronel Ricardo Pacheco, diretor de ensino da corporação.

Últimas de Rio De Janeiro