Por cadu.bruno

Rio - Ex-atleta de judô do Flamengo, Pedro Henrique Rommanel Cerqueira, de 22 anos, foi morto na manhã desta quarta-feira durante suposta tentativa de assalto em Nova Iguaçu. O jovem, que era advogado, levou quatro tiros e morreu no local. Suspeito de ter feito os disparos na Baixada, o foragido da Justiça Willian Nascimento de Oliveira, o Frajola, é procurado. Na fuga, um bandido, que seria Frajola, deixou cair os documentos ao lado do corpo.

Quem ajudar o Disque-Denúncia (2253-1177) a localizar o suspeito receberá recompensa de R$ 1 mil. William tem passagem pela polícia por sequestro e está foragido desde janeiro de 2011. Contra ele existem quatro mandados de prisão.

Neide e Roberto ao lado do corpo do filho%2C ontem%2C em Nova IguaçuMarcos Antônio Oliveira / Hora H

Luta corporal

De acordo com o relato de testemunhas à PM, o Honda Fit da vítima foi interceptado por outro veículo, com dois bandidos, na esquina da Avenida Governador Portela com a Rua Capitão Sena. Atleta profissional de jiu-jitsu, ele teria reagido à abordagem e brigado com os ladrões. Acabou assassinado. Os tiros atingiram o peito, nádegas e costas do jovem.

O carro dele foi recuperado por policiais no Morro do Chapadão, em Costa Barros, Zona Norte do Rio.

Identificados como Roberto e Neide, os pais do rapaz morto chegaram ao local pouco após o crime. Ela abraçou o corpo, chorou muito e, depois, ficou paralisada, sentada na calçada. Roberto também parecia não acreditar no que estava vendo:“Meu filho estava indo estudar numa faculdade e acontece isso”.

Frajola é acusado de assassinatoReprodução Internet



Você pode gostar