Por bferreira

Rio - Após quase um ano e meio de obras, está pronto o teleférico do Morro da Providência, no Centro. Com R$ 75 milhões investidos no projeto, as 16 gôndolas que ligam a comunidade à Central do Brasil e à Gamboa ainda aguardam alguns trâmites da prefeitura para definir a data de inauguração.

São três estações e 16 gôndolas com capacidade para dez passageirosDivulgação

Através de sua assessoria, o prefeito Eduardo Paes disse que ainda não foi selecionado o nome da concessionária que irá gerir as estações. Por isso, ainda não há prazo previsto para o início das atividades nem o valor da passagem do teleférico construído em um dos morros mais íngremes do Rio.

São 721 metros de trajeto, divididos em três estações. Até mil pessoas poderão ser transportadas por minuto nas 16 gôndolas com capacidade para suportar oito passageiros sentados e dois em pé.

O projeto faz parte das obras de urbanização do Morar Carioca na Providência e também abrange o remanejamento da rede de energia e construção de vias de serviços que dão acesso ao equipamento.

Durante o primeiro teste mecânico dos bondinhos, realizado em dezembro de 2012, o prefeito comparou o teleférico da Providência com os bondinhos do Pão de Açúcar. “Não tenho dúvida de que isso aqui vai virar o ‘Pão de Açúcar 2 — a Missão’ porque é incrível a visão que se tem: de um lado você vê a cadeia de montanhas do estado, o porto do Rio de Janeiro e a igreja da Penha, do outro lado você vê o Cristo Redentor e todo o centro da cidade”, disse Paes.

Você pode gostar