Assistente técnico do Degase é exonerado após ser parado na Lei Seca

Márcio foi abordado por agentes da Operação Lei Seca durante blitz em estrada de Niterói

Por tamyres.matos

Rio - O assistente técnico para assuntos jurídicos do Novo Degase, Márcio Remo Condeixa da Costa, foi exonerado do cargo após ser parado em uma blitz da Lei Seca, em Niterói, na madrugada de segunda-feira. Além da exoneração, o Departamento Geral de Ações Sócio Educativas vai realizar uma averiguação interna para apuração dos fatos.

Márcio foi abordado por agentes da Operação Lei Seca, da Secretaria de Estado de Governo do Rio de Janeiro, durante blitz na Estrada Leopoldo Froes. Ele dirigia um veículo oficial do Degase, se recusou a fazer o teste do etilômetro e sofreu as seguintes sanções administrativas: recolhimento da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e multa no valor de R$ 1.915,40. A infração é considerada gravíssima.

Como Márcio apresentava sinais de embriaguez, foi encaminhado à 77ª DP (Icaraí). O carro foi liberado após o motorista ter apresentado um condutor habilitado.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia