Por tamyres.matos

Rio - O Procon do Rio descartou 300 litros de chope com data de validade vencida em ação ontem em 15 estabelecimentos. A ‘Operação Dicró’ flagrou irregularidades nas choperias Na Pressão, no Norte Shopping, Barril 8000, na Barra, e Brazooka, na Lapa. Todas foram multadas.

Na Central e no Terminal Menezes Côrtes, os quiosques da Brahma foram autuados. Ao todo, foram descartados seis barris de 50 litros. Desses, dois estavam conectados e sendo servidos — na Choperia Brazooka e no quiosque Brahma do Terminal Menezes Côrtes.

Fiscal do Procon examina bebidas armazenadas em uma choperia da Lapa%3A gosto ruim e risco para a saúdeFernando Souza / Agência O Dia

No Sindicato do Chopp, no Leme, foram confiscados nove quilos de camarão, vencidos no dia 11. Já no Planeta do Chopp, no Maracanã, 11 quilos de carne foram apreendidos. Alguns pedaços já estavam prontos e sendo servidos aos clientes do local.

Os motivos da operação foram irregularidades percebidas em outros estabelecimentos ditos “especializados”. “A pessoa paga um preço maior para ir a esses locais e não pode consumir produtos estragados”, afirmou Fábio Domingos, diretor de Fiscalização do Procon-RJ.

Para eles, as pessoas frequentemente consomem chopes fora da validade, mas não percebem. “A pessoa vai com um amigo, pede um chope e reclama do gosto. Logo alguém fala ‘deixa disso. Não tem nada aí’, e a pessoa acaba esquecendo e bebendo”, afirma Fábio Domingos.

Segundo ele, os riscos de beber o produto vencido vão desde uma simples dor de barriga a algo mais sério, dependendo do estado de saúde da pessoa. Segundo Domingos, a operação vai continuar. “Desta vez, priorizamos as choperias, mas iremos a outros locais”, avisou o fiscal.

Você pode gostar