Por tamyres.matos
Recompensa de R%24 2 mil é oferecida pela captura do suspeitoDivulgação

Rio - O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro, por intermédio da 24ª Promotoria de Investigação Penal (PIP) da 1ª Central de Inquéritos, ofereceu denúncia, com pedido de prisão preventiva, contra Leandro Nunes Botelho, o Scooby, chefe do tráfico de drogas do Morro dos Macacos, em Vila Isabel. Ele é acusado de ordenar um assassinato pelo fato de a vítima ser amiga de policiais militares da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da comunidade.

Na denúncia, o promotor de Justiça Rubem Vianna destacou que a motivação do crime foi uma “vingança abjeta, vil, relacionada ao fato de a vítima vir mantendo relacionamento estreito com policiais militares integrantes da UPP instalada naquela comunidade, o que desagradou o denunciado, líder do tráfico de entorpecente na localidade”.

No dia 4 de setembro de 2012, por volta das 21h30, a vítima, Flávio Duarte de Melo, foi surpreendida por vários disparos de armas de fogo, no interior de seu estabelecimento comercial, não sendo capaz de nenhuma reação ou resistência. Três homens, até agora não identificados – há procedimento investigatório em curso – participaram da emboscada.

A denúncia, pelo crime de homicídio duplamente qualificado (motivo torpe e impossibilidade de defesa da vítima), foi distribuída à 3ª Vara Criminal (Tribunal do Júri). A prisão preventiva foi pedida para garantia da ordem pública e para assegurar a realização da instrução criminal e a aplicação da lei penal.

Você pode gostar