Por tamyres.matos

Rio - Começam a valer, nesta segunda-feira, as multas para quem infringir as regras de circulação no corredor BRS Carioca-Estácio, inaugurado na última semana. Onze equipamentos de fiscalização e 30 agentes da CET-Rio realizarão o monitoramento nos três quilômetros de extensão da faixa azul, que conta com um ponto de embarque de passageiros a cada 300 m, em média, ordenados em cinco grupos, que vão do BRS 1 ao BRS 5.

As multas aplicadas podem variar de R$ 53,20 (para carros que invadirem a faixa dedicada aos ônibus) a R$ 127,69 (para quem estacionar ou realizar parada irregular no espaço exclusivo, infração considerada grave).

Inaugurado na semana passada, o BRS conta com um ponto de embarque de passageiros a cada 300 mSeverino Silva / Agência O Dia

De acordo com a Secretaria Municipal de Transportes, durante o período de testes do trecho, realizado na última semana, houve redução de 23,1% no tempo das viagens de ônibus e 18,15% nas de carro. A melhora foi atribuída às equipes que distribuíram panfletos informativos, explicando como funciona o BRS, e ao fim de estacionamentos irregulares, como os que existiam em frente ao Hospital da Polícia Militar, no Estácio, e ao Quartel do Corpo de Bombeiros, na Praça da República.

A partir do próximo dia 16, começam os testes operacionais para a implantação do corredor BRS Estácio-Tijuca, que será o oitavo da cidade e terá 3,5 quilômetros de extensão. Na avaliação do secretário municipal de Transportes, Carlos Osório, o sucesso da implantação do BRS Carioca-Estácio indica que a cidade precisa da expansão da política de reorganização do trânsito.

“O nosso compromisso é acelerar cada vez mais a expansão deste sistema, sempre dando preferência ao transporte coletivo”, disse.

Você pode gostar