Por raphael.perucci

Rio - Em reunião com Sérgio Cabral, os cinco deputados estaduais do PSB e Gustavo Tutuca, secretário de Ciência e Tecnologia, se disseram convencidos da necessidade de deixar o partido. A tendência foi antecipada domingo, pelo Informe.

Eles querem ter o direito de apoiar Dilma Rousseff e Pezão em 2014. Para bater o martelo, esperam a reunião, hoje, entre Alexandre Cardoso e Eduardo Campos, presidentes dos diretórios estadual e nacional do partido.

Você pode gostar