Justiça condena pastor Marcos Pereira a 15 anos de prisão por estupro

Crime foi cometido no final de 2006 contra uma seguidora da Assembleia de Deus dos Últimos Dias

Por O Dia

Rio - O juízo da 2ª Vara Criminal da Comarca de São João de Meriti, do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, condenou o pastor Marcos Pereira da Silva a 15 anos de prisão por estupro. Segundo o processo, o crime foi cometido, no final de 2006, contra uma seguidora da Assembleia de Deus dos Últimos Dias, presidida pelo acusado. O estupro aconteceu nas dependências da igreja.

Pastor Marcos Pereira foi condenado a 15 anos de prisãoUanderson Fernandes / Agência O Dia

“As testemunhas ouvidas relatam com firmeza como o acusado é uma pessoa manipuladora, fria, só pensa em si, utilizando-se das pessoas para satisfazer seus instintos mais primitivos e de forma promíscua, utiliza da boa-fé das pessoas para enganá-las. Pelo exposto e por tudo que dos autos consta, julgo procedente a pretensão punitiva para condenar Marcos Pereira da Silva, como incurso nas penas dos art. 214 c/c art. 226, II, ambos do Código Penal”, destaca a sentença.

Religioso preso em Bangu por estupro de menor

Policiais da 34ª DP (Bangu) prenderam, nesta quarta-feira, um pastor de uma igreja evangélica acusado de ter estuprado uma fiel de 14 anos na Favela da Carobinha, bairro do Catiri, em Bangu, na Zona Oeste.

Ele foi localizado em Cabo Frio, na Região dos Lagos. Contra o acusado, de 52 anos, foi cumprido mandado de prisão preventiva, expedido pela Justiça.

Segundo as informações, os familiares da vítima desconfiaram ao flagrarem a menor em conversas eróticas com o acusado, que chegou a presenteá-la com um celular. Após ser confrontada pela família, a menor acabou revelando aos parentes ter mantido, há cerca de um mês, relações sexuais com o pastor.

No dia 16 de julho, os familiares foram até a delegacia e registraram o crime. Um inquérito policial foi instaurado para apurar o fato. Os agentes procuraram o pastor mas ele não foi encontrado em sua residência. Após investigações, ele foi localizado em uma casa, na Rua do Macaco, no bairro de Unamá, em Cabo Frio. Ele já tinha passagem pela polícia por estelionato.

Últimas de Rio De Janeiro