Por cadu.bruno

Rio - Policiais da Delegacia de Combate às Drogas (DCOD) prenderam, na madrugada desta sexta-feira, na Zona Portuária do Rio, o traficante André Maciel de Castro, conhecido como Café ou CK. Contra ele havia quatro mandados de prisão, decretados pela Justiça, pelos crimes de tráfico de drogas e roubos qualificados.

Disque-Denúncia oferecia R%241 mil para quem fornecesse informações que levassem à prisão de CaféDivulgação

Café foi condenado a 15 anos de reclusão no processo baseado nas filmagens feitas na Ladeira dos Tabajaras, em Copacabana. De acordo com as investigações, o criminoso gerenciava a venda de drogas na Ladeira dos Tabajaras e no Cerro Corá, no Cosme Velho.

O Disque-Denúncia (2253-1177) oferecia R$1 mil para quem fornecesse informações que levassem à prisão do criminoso.

Café, que é ligado a uma facção criminosa, já integrou o tráfico de drogas do Morro dos Prazeres, em Santa Tereza, onde era homem de confiança do traficante Marco Antônio Pereira Firmino da Silva, o My Thor, preso em unidade federal, fora do estado.

Café e o traficante Alexandre Nascimento Andrezo, conhecido como Xuxa, teriam assassinado, no dia 24 de abril de 2001, a estudante Ruth Menezes Tentuge, que namorada, à época, o traficante My Thor. Ruth foi morta porque My Thor desconfiava que tivesse sido traído por ela. A estudante era de uma família de classe média moradora do Flamengo, Zona Sul do Rio.

Você pode gostar