Por thiago.antunes

Rio - A Polícia Civil identificou, nesta terça-feira, o homem acusado de ter matado o PM Anderson Dias Brazuna, 24 anos, lotado na UPP Cidade de Deus, no último domingo. Segundo os agentes, Cássio Daniel de Jesus estaria na moto no momento em que Anderson abordava um veículo na comunidade e teria feito o disparo que atingiu a axila do policial.

Ainda de acordo com os policiais, Cássio cumpria pena por roubo em regime semiaberto. Brazuna foi enterrado nesta segunda-feira no Cemitério Jardim da Saudade, em Sulacap. Lotado há quatro na UPP, Anderson foi socorrido e levado à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da comunidade, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

A UPP da Cidade de Deus foi implantada em 2009 na comunidade da Zona Oeste do Rio , que tem cerca de 120 mil moradores. A Divisão de Homicídios (DH) investiga o caso.

Você pode gostar