Atriz Norma Bengell morre no Rio aos 78 anos

Vítima de complicações de um câncer de pulmão, artista faleceu em Botafogo, na Zona Sul

Por O Dia

Norma Bengell morreu aos 78 anosDivulgação

Rio - A atriz e cineasta Norma Benguell morreu às 3h da madrugada desta quarta-feira, aos 78 anos de idade, vítima de complicações de um câncer de pulmão, no Hospital Rio-Laranjeiras, unidade Bambina, em Botafogo, na Zona Sul. Ela estava internada desde sábado com problemas respiratórios.

A carioca Norma Benguell é considerada um ícone do cinema brasileiro por ter protagonizado a primeira cena de nu frontal no filme "Os Cafajestes", de 1962.

Em uma das últimas declarações públicas, em seu perfil no Facebook, a atriz lamentava estar longe das câmeras e palcos.

"Não é fácil para o artista cair no esquecimento. Nós, artistas, nos doamos tanto ao público, à mídia... Há também os limites físicos, que vão surgindo com o passar do tempo, e aí vêm altíssimas despesas com acompanhamento médico e fisioterapia, além dos limites naturais da idade", escreveu Norma em 13 de junho.

O último trabalho da artista na TV foi em 2009, no programa humorístico "Toma Lá, Dá Cá".

Cinema Novo Brasileiro perde uma de suas principais atrizes

Norma Benguell nasceu em 21 de setembro de 1935 e iniciou na carreira musical no início dos anos 50. Lançada no meio artístico pelo produtor de musicais Carlos Machado, ela foi vedete na boate Night and Day, no Rio.

Sua estreia no teatro aconteceu em 1968, em "Cordélia Brasil", com direção de Emilio Di Biasi. A atriz também participou de montagens como "Vestido de Noiva", de Nelson Rodrigues, com direção de Ziembinski. Sua última atuação foi no espetáculo "Dias Felizes", de Samuel Beckett, em 2010.

Norma Benguell e Jece Valadão em 'Os Cafajestes'Reprodução

Considerada uma das principais atrizes do Cinema Novo brasileiro, Norma Benguell participou de 64 filmes. A estreia nas telonas foi aos 23 anos, no longa "O Homem do Sputnik", estrelado por Oscarito. No filme, a atriz fez sucesso parodiando Brigitte Bardot.

Em 1962, com 27 anos, Norma fez história ao exibir o primeiro nu frontal do cinema brasileiro no filme "Os Cafajestes", de Ruy Guerra. A atriz também trabalhou atrás das câmeras e lançou-se como diretora com o filme "Eternamente Pagu".

Sua carreira na televisão começou na TV Bandeirantes, com com "Os Adolescentes", em 1981, e "Os Imigrantes", de 1982. Estreou na Globo no ano seguinte, onde participou da novela "Parabéns pra Você". A atriz também atuou em "Partido Alto", de 1984, e "O Sexo dos Anjos", de 1989. Seu último trabalho na TV foi em "Toma Lá, Dá Cá", em 2009.


Últimas de Rio De Janeiro