Briga em colégio acaba na delegacia

Dois alunos do 3º ano se enfrentaram dentro da sala de aula da unidade do pH na Barra. Colégio é um dos mais caros do Rio

Por O Dia

Rio - Uma briga dentro da sala de aula entre dois estudantes do 3º ano do Colégio pH, uma das mais caras instituições de ensino particulares do Rio, acabou na 16ª DP (Barra) na manhã desta terça-feira. X., de 18 anos, teria sido agredido por Y., 17, que seria lutador de jiu-jitsu, durante o intervalo de uma aula na unidade 2 da Barra da Tijuca.

Atingido por chutes e pontapés, X. teve hematomas nas costas e no rosto, onde levou três pontos, e contusão numa costela. Na semana passada, um caso de abuso de uma menina de 12 anos por alunos do mesmo colégio da Barra também foi parar na polícia.

“Como mãe, estou indignada. Acho um absurdo meu filho ter apanhado dentro da sala de aula, sem que nenhum professor estivesse lá. Que tranquilidade os pais podem ter dessa forma?”, desabafou A., mãe de X., que à noite acompanhou o filho ao Instituto Médico Legal (IML) para exame de corpo de delito.

A 16ª DP registrou o caso como lesão corporal. Segundo A., seu filho não era amigo de Y., apesar de os dois serem da mesma turma . “Num empurrão, ele já jogou o celular do meu filho no chão.”
O agressor não foi encontrado pelo DIA

Em nota, a direção do colégio informou que "os dois alunos em questão sofreram a sanção educativa de suspensão, prevista no Regimento Escolar". A instituição disse ainda que "qualquer assunto que ultrapasse medidas educacionais não será alvo de análise".

Últimas de Rio De Janeiro