Por bianca.lobianco

Rio - Um casal acusado de integrar o bando que roubou e assassinou o comerciante e jornalista Alex Mariano Franco, 59, foi preso nesta quarta-feira. Maxwell Pereira Rocha, 18, e a namorada Fabrícia Rodrigues dos Santos, de 20, foram detidos na casa da acusada, em São Gonçalo.

Segundo o delegado Carlos Alexandre Leite, da 76ª DP (Niterói), Fabrícia era funcionária da loja da vítima em Niterói e teria dado dicas ao namorado para assaltar o local. No primeiro roubo, em julho, cinco ladrões levaram R$ 5 mil, porém Franco teria conseguido esconder o restante do dinheiro do caixa. “A vítima comemorou a manobra até que chegou ao ouvido do assaltante, despertando a cobiça”, comentou o delegado.

Em agosto, a vítima foi novamente abordada pelos criminosos e morta. Para a investigação, a equipe de policiais da 76ª DP recolheu imagens de câmeras de vídeo e ouviu testemunhas até que descobriu o vínculo de Maxwell, apontado como traficante da comunidade Menino Deus, em São Gonçalo, com a ex-funcionária Fabrícia.

Em depoimento, o casal confessou só a ação do primeiro assalto. O acusado, quando menor, havia sido apreendido por tráfico de drogas e receptação. A polícia procura outros três homens que integram a quadrilha.

Alex era pessoa conhecida em Niterói por ter fundado e dirigido a Rádio Fluminense FM nos anos 1980.

Você pode gostar