Por bferreira

Rio - Um recém-nascido de cerca de cinco dias foi deixado na madrugada de ontem na calçada da Rua Austrália, em Belford Roxo, Baixada Fluminense, por uma mulher que saltou de um Toyota Corolla preto.

O bebê, no entanto, acabou salvo por David Pacheco, funcionário do requintado Clube Caiçaras, na Lagoa, que assistiu à cena quando estava a caminho do trabalho.“Ela desceu do carro com o bebê e uma bolsa verde. Olhei para um lado e quando virei, ela voltou sem nada na mão. Fiquei encucado com aquilo. Deixei dois ônibus passarem, preocupado, mas entrei no terceiro. Só que quando vi a bolsa na calçada, desci na hora. Quando achei a criança, trouxe logo para casa, pois minha irmã acabou de ter um filho e dei para ela amamentar”, contou David, que tem 34 anos e dois enteados.

O herói de Belford Roxo procurou o Conselho Tutelar e já deu entrada no processo para a adoção temporária da criança. David disse que tem intenção de ficar com o bebê definitivamente. “Minha mulher já ligou as trompas e este seria um filho meu”, contou.

David afirmou que o bebê não aparentava ter sido vítima de maus tratos. Na bolsa deixada pela suposta mãe, havia fraldas e macacão. “(As fraldas) Eram de marca cara. E ele estava limpinho. Mas isso não é coisa que se faça”, criticou. Levado ao Hospital Rocha Faria, em Campo Grande, o bebê passa bem, mas continuará internado pelos próximos dias até tomar as vacinas necessárias neste período.

Você pode gostar