Por tamyres.matos

Rio - O PT vai sair do governo estadual para marcar seu apoio à candidatura de Lindbergh Farias ao Palácio Guanabara, mas, ao mesmo tempo, procura manter cargos importantes. Os dois secretários petistas — Zaqueu Teixeira, de Assistência Social, e Carlos Minc, do Ambiente — querem ser substituídos por assessores.

A proposta de “continuidade administrativa” já foi até levada a Sérgio Cabral. Ligados aos dois políticos, os indicados não seriam filiados ao PT, mas, mesmo assim, o governador não deu a menor bola para a ideia.

Você pode gostar