Manifestantes protestam no Centro

Ato contra a aplicação das leis de Segurança Nacional e Crime Organizado terminou nos Arcos da Lapa

Por thiago.antunes

Rio - Cerca de 300 manifestantes protestaram, na tarde desta quinta-feira, no Centro do Rio, contra a aplicação das leis de Segurança Nacional e Crime Organizado contra ativistas. O protesto começou em frente ao Fórum, na Avenida Erasmo Braga, e terminou nos Arcos da Lapa.

Entre as outras reivindicações do ato estão o fim das prisões políticas, a anistia aos presos políticos, a garantia do direito à livre manifestação, a liberdade irrestrita de expressões artísticas, culturais, sociais e políticas nos espaços políticos, o fim da violência policial e uso de armas letais e não-letais pelos PMs e a desmilitarização da corporação.

Manifestantes caminharam até os Arcos da LapaReprodução Internet

As atrizes Leandra Leal e Teresa Seiblitz e o poeta Chacal estiveram no local para apoiar os ativistas. Muitos artistas independentes e membros de partidos políticos de esquerda, juntamente a poucos Black Blocs, compõem a manifestação. Policiais do Batalhão de Choque (BPChq) acompanham a passeata. O clima é de tranquilidade no local.

Diversas vias do entorno chegaran a ser bloqueadas, mas foram liberadas. A manifestação interditou a pista lateral da Avenida Presidente Antônio Carlos e fechou parcialmente a Rua 1º de Março, bem como a Avenida Presidente Vargas no mesmo trecho. O desvio para os motoristas é feito pela Avenida Marechal Aguinaldo de Castro. A Avenida Presidente Vargas, altura da Avenida Passos também ficou fechada. 

Edição: Thiago Antunes

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia