Por marcello.victor

Rio - Dois soldados da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) do Parque Proletário, no Complexo da Penha, Zona Norte do Rio, e um morador da comunidade foram feridos após um tiroteio na comunidade na noite desta quinta-feira. Vários policiais da UPP patrulhavam a região após a PM receber informações de que bandidos planejavam atacar uma das bases, que também inclui a Vila Cruzeiro.

Segundo nota da assessoria das UPPs, por volta das 20h, uma equipe da UPP se deparou com um grupo de pelo menos cinco marginais armados, no fim da Rua Aimoré, na localidade conhecida como bairro Treze. Os bandidos atiraram contra os PMs, que revidaram.

O soldado Afonso foi baleado no tórax. O também soldado Alves foi atingido de raspão na mão. O morador Sidnei da Silva Lorena, de 52 anos, foi ferido no ombro por uma bala perdida. Ele estava perto de casa e foi socorrido pela PM. Todos foram levados para o Hospital Estadual Getúlio Vargas, na Penha. Ainda não há informações sobre o estado de saúde das vítimas.

Os bandidos fugiram em direção a mata, no fim da Rua Aimoré. Um fuzil AK-47, cinco carregadores e 167 munições foram apreendidas. O policiamento está reforçado na região do Complexo da Penha. O caso foi registrado na 22ª DP (Penha).

Você pode gostar