Por tamyres.matos

Rio - Policiais da 59ª DP (Duque de Caxias) localizaram na tarde desta sexta-feira um dos carros utilizados na tentativa de resgate dos criminosos que prestavam depoimento no Fórum de Bangu, na última quinta-feira, e que terminou com a morte de menino Kayo da Silva Costa, de 8 anos, e do sargento Eduardo Gonçalves dos Santos.

O veículo, um Citroen C4 branco, estava abandonado em um terreno baldio na Comunidade do Guacha, em Belford Roxo, que é controlada pelo traficante Vanderlan Ramos da Silva, o Chocolate, um dos que prestavam depoimento no Fórum de Bangu.

Imagens mostram momento em que Kayo é baleado

Imagens de uma câmera de segurança mostram o momento exato em que o pequeno Kayo é alvejado na cabeça por um tiro de fuzil em frente ao fórum.

No vídeo é possível ver que minutos antes de a criança ser atingida, uma viatura da polícia passa pelo local e em seguida um ônibus também passa perto da vítima. Logo depois, avó e neto caem no chão. A mulher ainda consegue se levantar e, desesperada, vai para cima da criança. Mas, menino já está morto por conta do disparo que acertou sua cabeça. Um corre-corre também é visto nas imagens, obtidas com exclusividade pelo SBT Rio.

O tiroteio ocorria a cerca de 200 metros do Fórum de Bangu, onde estavam os criminosos de alta periculosidade prestando depoimento.

Comoção e dor

O sepultamento do pequeno Kayo foi realizado na manhã desta sexta-feira. Familiares e amigos prestaram homenagens e questionaram a falta de audiências realizadas por videoconferencias no local. Alguns moradores afirmaram que o batalhão da área não havia sido avisado de que criminosos estariam prestando depoimentos no local, impossibilitando o reforço de policiamento no entorno do fórum.

O delegado da Divisão de Homicídios, Rivaldo Barbosa, já identificou um dos criminosos acusados de participar da ação orquestrada para resgatar os bandidos noite desta quinta-feira. Ele aponta Leandro Nunes Botelho, chefe do tráfico do Morro dos Macacos, em Vila Isabel, mais conhecido como Scooby, como o mandante da tentativa de invasão.

Crianças choram durante enterro de Kayo%2C morto após tiroteio em BanguAlessandro Costa / Agência O Dia

Na ocasião, uma criança e um sargento da PM foram mortos durante troca de tiros e fuga dos criminosos. O Disque-Denúncia aumentou a recompensa para R$ 5 mil para a pessoa que indicar o paradeiro do traficante.

Imagens de câmeras do sistema interno de segurança do fórum e no entorno da região estão sendo analisadas para identificar todos os traficantes que participaram da ação. Os agentes da especializada também estão ouvindo os suspeitos detidos durante ação realizada, na manhã desta sexta-feira, por policiais militares em várias comunidades da Zona Oeste.

Invasão frustrada

Valor de recompensa por informações que levem à prisão de Scooby Doo subiu para R%24 5 milDivulgação

Por volta das 17h30 um grupo, com cerca de 10 bandidos armados com fuzis, chegou em dois carros e invadiu o fórum procurando pela carceragem. PMs reagiram e houve intenso tiroteio. Durante a fuga, os criminosos continuaram atirando. Nos fundos do prédio, Maria José da Silveira Rodrigues, de 54 anos, estava em um ônibus da linha 738 (Bangu-Marechal Hermes), quando foi baleada na barriga, um outro PM também foi atingido. Os dois encontram-se no Hospital Estadual Abert .

Na ação, o sargento Oliveira, que trabalhava na segurança do fórum, foi baleado ao entrar no prédio para alertar outros PMs sobre a tentativa de invasão e acabou não resistindo. O corpo dele será sepultado às 16h desta sexta-feira, no Cemitério Jardim da Saudade, em Sulacap, na Zona Oeste.

O grupo pretendia resgatar Alexandre Bandeira de Melo, o Piolho, e Vanderlan Ramos da Silva, o Chocolate, apontados, respectivamente, como chefes do tráfico do Morro do Dezoito, em Água Santa, e da Favela Gogó da Ema, em Belford Roxo. Eles estavam sendo julgados no Fórum de Bangu. Segundo a PM, nenhum dos 23 réus que estavam no local foi resgatado. Os comparsas fugiram.

Você pode gostar