Operação da PF em Macaé resulta em pelo menos 25 prisões

Agentes da Polícia Federal trabalham em continuidade de ação que visa combater tráfico de drogas na região

Por O Dia

Rio - Uma operação da Polícia Federal, em conjunto com Grupo de Apoio à Promotoria de Macaé, do Ministério Público, resultou na prisão de pelo menos 25 suspeitos desde o início das investigações. A ação, chamada de 'Rapalla' (isca para peixe grande), busca combater os traficantes que agem entre o Rio e Macaé, no Norte Fluminense, e tinha como objetivo cumprir 43 mandados de prisão e 14 de busca e apreensão.

"Há mais de três anos estamos fazendo o monitoramento do tráfico em Macaé. Quando policiais que escoltavam o traficante Coelho foram presos pela PF, a nossa investigação estava em andamento", explicou o promotor de Justiça Marcelo Arsenio.

Ainda segundo Arsenio, mesmo preso, o bandido Sandro Luiz de Paula Amorim, o Peixe, seguia no comando de uma facção criminosa. Em 2011, ele foi transferido para o presídio federal de segurança máxima, em Campo Grande, Mato Grosso do Sul. No entanto, após voltar a uma prisão estadual do Rio, sua influência nas atividades criminosas de Macaé voltou a ser notada. 

Ele foi capturado junto a Anderson Rosa Mendonça, conhecido como Coelho. Ambos eram aliados do chefe do tráfico da Favela da Rocinha Antonio Francisco Bonfim Lopes, o Nem.

Um dos homens acusados de envolvimento no tráfico de drogas de Macaé, Romulo de Freitas de Carvalho, o Matuto, seria gerente na comunidade da Nova Holanda em Macaé, e foi morto durante confronto com policiais em outubro deste ano. Ele era uma das pessoas com mandado de prisão expedido.

"Hoje (terça) participei de incursão nas comunidades Malvinas, Nova Holanda e Novo Horizonte, e nestes lugares várias paredes estão pichadas com mensagens de saudades dedicadas a Matuto. Ainda há muito o que se fazer no combate ao tráfico de drogas em Macaé", afirmou o promotor.

Todos os presos nesta terça foram levados para o Presídio Carlos Tinoco, em Campos dos Goytacazes. Eles tiveram a prisão temporária decretada por crime de tráfico de drogas.

Últimas de Rio De Janeiro