Seop interdita mais quatro estacionamentos irregulares

Dois funcionários que estavam no local foram encaminhados à 4ª DP por crime de desobediência

Por O Dia

Rio - Agentes da Secretaria Municipal da Ordem Pública (Seop) interditaram mais quatro estacionamentos clandestinos, nesta terça-feira, no Centro do Rio. Um deles, que funcionava na Rua da Candelária, 90, já havia sido fechado no dia 7 de novembro. Dois funcionários que estavam no local foram encaminhados à 4ª DP por crime de desobediência.

O edital de interdição afixado no local foi arrancado e o estacionamento voltou a operar de forma ilegal. O estabelecimento, conforme constatado pela Delegacia de Defesa de Serviços Delegados, funcionava com uma ligação clandestina de luz.

A Seop encerrou as atividades do estacionamento que funcionava ilegalmente em área pública na Rua General Gustavo Barroso 100, esquina com Rua de Santana. Além de ocupar uma área da Prefeitura, o estabelecimento não tinha alvará de funcionamento.

Na Rua Primeiro de Março, números 119, 121 e 123 foi fechado o maior dos estacionamentos. Sem alvará de licenciamento para o local, o estacionamento funcionava com documentação provisória expirada relativa a outro estabelecimento na Rua Marechal Floriano número 9.

O prédio de quatro andares tinha capacidade para mais de 100 veículos. A construção histórica foi alterada internamente, mantendo apenas a fachada original. Também sofreu interdição por falta de alvará um estacionamento na Rua do Santana, 131, que funcionava ao lado de um pequeno hotel.

Durante a operação na Rua General Gustavo Barroso, a Seop rebocou quatro carros que estavam em cima da calçada em frente ao estacionamento irregular. O local era usado de forma ilegal por um posto de gasolina que ali estacionava os carros que saíam de seu lava-jato. Agentes constataram nesta mesma calçada que segue até a Rua de Santana, puxadinhos irregulares e estacionamento irregular de uma oficina mecânica.

"A Secretaria de Ordem Pública vai ser implacável para impedir que estacionamentos clandestinos continuem a funcionar no Rio. O que se percebe é a existência de uma organização que aposta na impunidade. Estamos encaminhando todas as informações para as forças de segurança investigarem o que existe por trás dos estacionamentos irregulares no Centro da Cidade", disse Alex Costa, secretário de Ordem Pública.

Participaram da ação agentes da Guarda Municipal, do Grupamento de Ações Especiais (GAE), Fiscais de Atividades Econômicas (FAE) e da Coordenação de Fiscalização de Estacionamentos e Reboques (CFER) da Seop, guardas municipais, com o apoio de policiais civis e militares. A Seop interditou 30 estacionamentos clandestinos em toda a cidade este ano, 17 deles no Centro e área portuária e 13 no entorno da Cidade do Rock, durante o Rock in Rio.

Últimas de Rio De Janeiro