Moradores fazem novo protesto contra falta de luz em Curicica

pela segunda madrugada consecutiva eles fecharam os dois sentidos da Estrada dos Bandeirantes

Por O Dia

Rio - Pelo segundo dia consecutivo, moradores da Rua Abadiana, em Curicica, Jacarepaguá, Zona Oeste do Rio, protestaram contra a falta de luz no local. Na madrugada desta quarta-feira, eles fecharam por cerca de 30 minutos os dois sentidos da Estrada dos Bandeirantes, a principal via do bairro. Na madrugada de terça-feira, o grupo já havia promovido o mesmo protesto no local. O fornecimento de energia foi restabelecido por volta de 1h30.

O protesto começou pouco depois da meia-noite. Cerca de 100 moradores, entre crianças e mulheres, bloquearam a Estrada dos Bandeirantes, na altura do número 5.920. Eles chegaram a atear fogo em pedaços de madeira e lixo.

Funcionários da Light só deixaram o local após restabelecimento da energiaOsvaldo Praddo / Agência O Dia

Policiais do 18º BPM (Jacarepaguá) acompanharam. Com a chegada de uma equipe da Light, os manifestantes seguiram para a Rua Abadiana, desobstruindo a via. Os funcionários da empresa foram cercados e só deixaram o local após o restabelecimento da energia

De acordo com o empresário Thiago Pontes, de 31 anos, na segunda e na terça-feira a rua ficou sem energia elétrica por 12 horas, das 13h à 1h. Dono de uma fábrica de sorvete caseira, ele foi obrigado a estocar o material de produção em outro local para evitar prejuízos. Segundo ele, o fornecimento de água também está prejudicado na rua.

"Segundo o funcionário, a chave da rede aérea não está acoplando corretamente. Ele fez um reparo paliativo. Mas, vai desarmar novamente e ficaremos sem luz de novo. É necessário a troca da peça, mas não tem previsão", explicou Thiago.

De acordo com a assessoria de imprensa da Light, o desarme do sistema na Rua Abadiana ocorre devido a sobrecarga de energia, em decorrência de ligações clandestinas de energia, os chamados 'gatos'. Ainda de acordo com a empresa, historicamente a Zona Oeste é a região do Rio que apresenta o maior índice de furto de energia da cidade.

Últimas de Rio De Janeiro