Reduto político

As indicações políticas deverão ser decisivas na escolha dos novos integrantes da Agetransp

Por O Dia

Rio - As indicações políticas deverão ser decisivas na escolha dos novos integrantes da Agetransp, aquela agência que deveria fiscalizar concessões estaduais na área de transportes: metrô, trens, barcas e as rodovias RJ-116 e Via Lagos. Os mandatos dos cinco conselheiros vão — até que enfim! — terminar em dezembro.

Um deles, Herval Barros de Souza, ligado ao PC do B, cumpre o primeiro mandato e poderia ficar mais quatro anos, mas o governo estadual decidiu aproveitar o embalo para mudar todos os cinco conselheiros.

Os favoritos

Entre os prováveis novos conselheiros estão os ex-deputados Aparecida Gama e Carlos Correia (ligado ao presidente do PDT, Carlos Lupi, ele é pai do deputado Bruno Correia). Outro cotado é Arthur Bastos, chefe de gabinete da Casa Civil.

Últimas de Rio De Janeiro