Sem petistas

Secretário de Governo, Wilson Carlos comanda, no gabinete de Sérgio Cabral, a proposta de tolerância zero com o PT, que deverá deixar a administração neste mês

Por O Dia

Rio - Secretário de Governo, Wilson Carlos comanda, no gabinete de Sérgio Cabral, a proposta de tolerância zero com o PT, que deverá deixar a administração neste mês. Para ele, todos os petistas — e não apenas os titulares de secretarias — devem perder seus cargos.

Se for aceita por Cabral, a sugestão impedirá também a promoção de pessoas não filiadas ao PT que integram equipes de secretarias hoje ocupadas pelo partido. O subsecretário Antonio Claret Filho perderia a oportunidade de substituir Zaqueu Teixeira na Assistência Social.

Outros que perdem

Pelo mesmo critério, dois subsecretários do Ambiente, Antônio da Hora e Luiz Firmino Martins Pereira, não teriam chance de assumir a cadeira ocupada por Carlos Minc. Presidente do Instituto Estadual do Ambiente, Marilene Ramos também ficaria de fora.

O 13º salário

No PT, o sai-não-sai também rende discussão. Para alguns, o melhor seria esperar 2014 para a ruptura. Isto, para garantir o 13º salário dos assessores que têm cargo de confiança. Como não são funcionários, sequer embolsariam uma parcela do benefício.

Últimas de Rio De Janeiro