Por thiago.antunes
Rio - No primeiro dia da Operação “Papai Noel Saudável”, realizada nesta quarta-feira (27) por fiscais do Procon Carioca, da Prefeitura do Rio, e por agentes da Delegacia do Consumidor - DECON em supermercados do Centro e Laranjeiras, foram apreendidos 81 quilos de alimentos impróprios ao consumo, entre produtos natalinos, carnes, peixes e frios.
No Mundial da Rua Riachuelo, 192, a fiscalização flagrou peças de queijo minas com indicação de peso na etiqueta maior que o peso real. Além disso, 13,3 kg de alimentos não tinham condições de consumo: 6,6kg de queijo Gruyère estavam com manchas de mofo; 3,5 kg de queijo Estepe tinham a embalagem danificada e 2,2 kg de queijo prato estavam sem data de validade. No mesmo supermercado foi encontrado ainda 1 kg de massa de pizza sem data de validade.
Publicidade
Já no supermercado Zona Zul, na Rua Esteves Júnior, nº 36, Praça São Salvador, em Laranjeiras, a equipe de fiscalização encontrou 67,4 kg de alimentos impróprios - a maioria sem data de fabricação e validade, ou ainda com validade vencida.
Foram 30 quilos de carne bovina; 14,4 kg de pernil; 6,8 kg de peito de frango; 1,2 kg de filé de salmão; 1kg de chester; 1,4 kg de mortadela; 300 g de peito de peru; 800 g de bacalhau; 400 g de lula; 6.9 kg de queijos de cabra, emmental, brie e minas, além de 27 latinhas de queijo brie, com 125g, cada, totalizando 3,3 kg, sem qualquer identificação. Além disso, foram encontrados 900g de tâmaras com a embalagem danificada. Todas as mercadorias foram inutilizadas.
Publicidade
Os supermercados foram multados em R$ 46.123,80, cada um. A fiscalizações do Procon carioca, em conjunto com a Decon, já apreenderam mais de uma tonelada de alimentos sem condições de venda ao consumidor.
A secretária municipal de Proteção e Defesa do Consumidor, Solange Amaral, alerta que o consumidor deve sempre conferir a validade e as condições do produto antes de comprar.