Por thiago.antunes
Rio - A Secretaria de Estado de Proteção e Defesa do Consumidor (Seprocon), por meio do Procon, fiscalizou nesta quarta-feira, alguns dos restaurantes mais caros do Rio de Janeiro em outra edição da Operação Ratatouille. Desta vez, os agentes foram em restaurantes da Barra da Tijuca, Leblon, Flamengo, Lagoa, São Conrado e Glória. Dos cinco estabelecimentos fiscalizados, apenas um não tinha irregularidades. Todos os outros foram autuados e serão multados.

A maior quantidade de produtos recolhidos foi no restaurante Paris 6, filial carioca inaugurada em agosto do famoso restaurante paulista, com cerca de 200 pratos inspirados em celebridades. No estabelecimento, os fiscais encontraram 31kg de massa para pastel vencidos.

Fiscais apreendem alimentos vencidos em restaurantesDivulgação

Outra caso grave foi constatado pelos fiscais na filial do bistrô Chez L'Ami Martin, do São Conrado Fashion Mall. Os agentes recolheram 19kg e 780g de produtos sem informação da data de validade. Só de frango foram 18kg, que além da falta de informação estavam mal acondicionados. A fiscalização também encontrou 4kg e 890g de produtos vencidos, entre bife de chourizo, picanha cozida, bacon e outros alimentos. O único estabelecimento que não apresentou problemas foi o CT Tratorie, localizado na Lagoa.

Em nota, a direção do Paris 6 esclarece que "a casa adota os mais rígidos controles de qualidade e que todos os alimentos são descartados antes do vencimento. O restaurante trabalha com mais de mil itens e o problema foi verificado em apenas um caso isolado. A massa apreendida na fiscalização havia sido entregue na própria quarta-feira (hoje) pelo fornecedor e já com a data de validade vencida. E como ainda não havia sido vistoriada, não estava disponível para consumo. A direção pede desculpas pelo ocorrido e afirma que irá averiguar onde ocorreu a falha e redobrar os cuidados com os alimentos".