Por thiago.antunes

Rio -A Coordenadoria de Polícia Pacificadora (CPP) inaugura, na segunda-feira, duas novas Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs), no Complexo do Lins, na Zona Norte do Rio. Com um total de 480 policiais militares que irão patrulhar 18 comunidades das novas UPPs (Lins e Camarista Méier), a ação vai beneficiar mais de 25 mil moradores dessas comunidades.

O Complexo do Lins está ocupado pelas forças especiais da Polícia Militar – batalhões de Operações Especiais (BOPE), Choque (BPChq) e Operações com Cães (BAC) – desde 6 outubro de 2013. Na ocasião, a ação foi a primeira a receber um reforço da “tropa da paz” com 70 policiais da CPP, já iniciando no período de ocupação o chamado policiamento de proximidade, serviço que só começa após a instalação das UPPs.

Veja as áreas já pacificadasArte%3A O Dia

UPPs Lins e Camarista Méier

A UPP Lins contará com o comando do capitão Marlow Rocha, 33 anos, e tem um efetivo de 250 policiais. No Lins, a UPP terá a sede instalada na Rua Dona Francisca, 225 e ainda terá duas bases avançadas: uma na Cachoeirinha e outra no Encontro.

Já a UPP Camarista Méier contará com 230 militares, sob o comando do tenente, Gustavo Matheus, de 28 anos. A unidade tem sede na Rua Engenheiro Oscar Costa, 740, e terá também três bases avançadas: Outeiro, Morro do Céu Azul e Cachoeira Grande.

A soldado Flávia Chellucci leva uma criança na égua Senhora%3A carisma atraiu atenção de moradores durante pacificaçãoFernando Souza / Agência O Dia

A UPP Lins atenderá as subcomunidades Bacia, Cotia, Amor, Barro Vermelho, Barro Preto, Vila Cabuçu, Dona Francisca, Encontro e Cachoeirinha. Já a UPP Camarista Méier será responsável pelo policiamento das localidades Cachoeira Grande, Santa Terezinha, Nossa Senhora da Guia, Morro do Céu Azul, Pretos Forros, Ouro Preto e Outeiro.

Os 480 policiais das duas UPPs passarão a interagir no cotidiano de aproximadamente 25 mil moradores desses lugares, conforme levantamento feito pelo Instituto Pereira Passos com base no Censo 2010.

Você pode gostar