Por marlos.mendes
João Araújo%2C pai de Cazuza%2C morreu na manhã deste sábado%2C vítima de uma parada cardíaca Divulgação/ Sociedade Viva Cazuza

Rio - Grandes nomes da música e da TV brasileira compareceram neste sábado ao cemitério São João Batista, em Botafogo, para prestar a última homenagem ao produtor musical João Araújo, que faleceu neste sábado. Estiveram presentes ao velório Caetano Veloso e Paula Lavigne, Ana Maria Murtinho, Gilberto Braga, Glória Pires e Orlando Morais, Gilberto Braga, Boninho e Ana Furtado, Gloria Peres, Daniel Filho, além de Leiloca, das Frenéticas, e Xuxa Meneghel.

"Fomos grandes amigos companheiros de futebol. João foi um grande divulgador dos discos da Elis Regina. Ele foi conquistando seu espaço no mercado até chegar à liderança. Ele revolucionou o mercado e ligou a indústria fonográfica à TV", disse o produtor Luís Carlos Miele.
Publicidade
"João foi um grande empresário. Tive a honra de trabalhar com ele. Dificilmente vamos encontrar alguém a altura dele", disse o autor de novelas Gilberto Braga.
"Fui muito amiga do Cazuza e, consequentemente, do João e da Lucinha. Estou muito triste, mas para ele foi melhor ter ido. Lá em cima está cheio de gente boa, aqui está muito chato. Ele deixou um legado fantástico e vamos sentir muita saudade", disse a cantora Leiloca.
Publicidade
A apresentadora Xuxa Meneghel ficou cerca de uma hora no velório. Muito abalada, ela preferiu não dar declarações.
Fundador da gravadora Som Livre, o empresário e produtor musical João Alfredo Rangel de Araújo morreu neste sábado aos 78 anos de idade. Casado com Lucinha Araújo, pai do cantor e compositor Cazuza, João atuou com a mulher na Sociedade Viva Cazuza, em Laranjeiras, instituição dedicada a dar assistência a crianças e adolescentes carentes e portadores do vírus da Aids.
Publicidade
No ano passado, João Araújo esteve internado no Hospital Samaritano, em Botafogo, com problemas cardíacos.
Você pode gostar