Por thiago.antunes
Publicado 11/12/2013 23:24 | Atualizado 11/12/2013 23:25

Rio - Os policiais civis Jorge Roberto Quadros Morse e Paulo Roberto Barretto Barcellos foram presos nesta quarta-feira, sob acusação de montar esquema de arrecadação de dinheiro de passageiros de ônibus de turismo e organizadores de excursões de compras que passavam por Itaperuna, no Noroeste Fluminense. Outros dois policiais civis estão foragidos: João Ferreira da Silva e Sergio Terra de Souza Rocha; este último é ex-vereador de Miracema.

A Operação Para Pedro foi desencadeada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público do Rio em conjunto com a Subsecretaria de Inteligência da Secretaria de Segurança e a Corregedoria Geral Unificada (CGU). Dez mandados de busca e apreensão também foram cumpridos. Eles foram denunciados pelos crimes de formação de quadrilha armada, corrupção passiva e concussão.

Quatro mandados de busca e apreensão expedidos pela Justiça de Itaperuna foram cumpridos nas delegacias de Cachoeira de Macacu (159ª DP), Miracema (137ª DP), Macaé (123ª DP) e Quissamã (130ª DP), onde se encontram lotados João Ferreira, Paulo Roberto, Sergio Terra e Jorge Roberto, respectivamente.

Você pode gostar