Por adriano.araujo
Publicado 12/12/2013 11:59 | Atualizado 12/12/2013 12:18

Rio - Equipes da Comlurb recolheram 70 toneladas de lixo e entulhos em bairros da Zona Norte, principalmente Irajá, deixados pelo temporal que atingiu a cidade nesta quarta-feira. Uma força tarefa da Prefeitura atua desde a madrugada desta quinta-feira na região. De acordo com o secretário-chefe da Casa Civil, Pedro Paulo, não há mais registro de alagamentos nos bairros.

A Região Administrativa de Irajá foi transformada na base operacional da ação. Trabalham nesta manhã na região equipes da Comlurb, Secretaria de Conservação, Secretaria de Obras, Guarda Municipal, Defesa Civil, Secretaria de Desenvolvimento Social e Subprefeitura da Zona Norte. Cerca de 2 mil homens e aproximadamente 100 máquinas seguem trabalhando nas localidades de Parque Columbia, Irajá, Acari, Jardim América, Guadalupe, Anchieta, Vigário Geral, Parada de Lucas, Pavuna, Manguinhos, Fazenda Botafogo, Cordovil e Complexo do Alemão.

Colchões foram abandonados nas calçadas e em barricadas no meio da rua por moradores que tiveram as casas invadidas pela águaOsvaldo Praddo / Agência O Dia

São realizadas a limpeza das ruas, redes pluviais e calhas dos rios, desobstrução de galerias e bueiros, além do restabelecimento de pontos de iluminação que foram afetados pelas chuvas. Nos rios Acari, Cachorros 1, Cachorros 2, Lucas e Irajá - que transbordaram e causaram o alagamento dessa região, equipes da Rio-Águas trabalham na desobstrução da passagem sob as pontes e o desassoreamento.

Equipes da Geo-Rio atendem famílias das comunidades da Palmeira e Morro do Adeus, no Complexo do Alemão, e da Paz, Caracol e Sereno, no Complexo da Penha, que tiveram casas destruídas pela chuva. Também estão nos locais as secretarias de Defesa Civil e Desenvolvimento Social para assistência a pessoas desalojadas e desabrigadas.

Retroescavadeiras e pás mecânicas usadas pelos funcionários da prefeituraOsvaldo Praddo / Agência O Dia

A Rio Luz recuperou 11 circuitos, 13 redes partidas e substituiu 45 lâmpadas. Há equipes da Rio-Águas no Jardim América; Parada de Lucas; Avenida Brasil, altura de Irajá; Rio dos Cachorros 1 e 2; Rio Acari e uma na Rua Anamar. A Guarda Municipal participa da operação com 110 agentes. A Seconserva realizou a limpeza de mais de 200 caixas de ralos.

Durante a madrugada, nas ruas Maria Joaquina e Honório Hermeto, equipes da Comlurb usaram caminhões e retroescavadeiras para retirar móveis, utensílios domésticos e galhos. Dezenas de colchões foram abandonados nas calçadas e no meio da rua por moradores que tiveram as casas invadidas pela água. Ainda havia marcas de água de cerca de um metro de altura nas paredes de imóveis, provocadas pelo alagamento. Uma barraca de venda de caldo de cana foi destruída. O muro da casa número 332, da Rua Maria Joaquina, desabou. Também havia muita lama e lixo nas ruas.

Você pode gostar