Por cadu.bruno
Publicado 12/12/2013 16:03 | Atualizado 12/12/2013 16:26

Rio - A Secretaria estadual de Assistência Social e Direitos Humanos divulgou nesta quinta-feira um balanço sobre as vítimas das chuvas nos municípios de Mesquita, Japeri, Nova Iguaçu e Queimados, todos na Baixada Fluminense. Ao todo, 415 pessoas estão desabrigadas e 2.289 estão desalojadas.

Famílias deixam casas que desabaram em vila no bairro Carmari%2C em Nova IguaçuAlexandre Vieira / Agência O Dia

Em Nova Iguaçu, a área mais afetada, 39 bairros foram afetados, 400 famílias estão desabrigadas e 2 mil pessoas estão desalojados. Em Mesquita, 15 pessoas, de quatro famílias, estão abrigadas na Escola Municipal Che Guevara, no bairro de Chatuba. Outras 227 famílias desalojadas no município estão acolhidas em residências de parentes ou amigos.

Em Japeri, 18 bairros foram atingidos e 62 pessoas estão desalojadas e foram abrigadas em escolas da região. Em Queimados, 35 pessoas de 11 famílias estão desabrigadas.

Vila de casas desaba em Nova Iguaçu

Uma vila de casas desabou por volta das 4h30 da manhã desta quinta-feira, na Rua B, nº 128, no bairro Carmari, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. Uma equipe da Defesa Civil foi enviada para o local e interditou toda a área. Ninguém se feriu.

De acordo com os agentes, as casas foram construídas sem estrutura e de forma conjugada. Sete casas compõem a vila, mas quatro delas ficaram totalmente destruídas.

Governador autoriza aluguel social para vítimas da chuva na Baixada

O governador Sérgio Cabral autorizou, nesta quinta-feira, a liberação do aluguel social para as vítimas da chuva na Baixada Fluminense. Cabral determinou que equipes da Secretaria de Estado de Assistência Social e Diretos Humanos visitem os municípios atingidos e identifiquem as famílias que ficaram desalojadas por conta das enchentes. Pelo menos três pessoas morreram no Estado por conta do temporal desta quarta.

As vítimas serão cadastradas, junto às prefeituras, e receberão o aluguel social no valor de R$ 500 por família. Em Queimados, 300 famílias receberão o benefício.

Na quarta-feira, o governador já havia solicitado apoio ao Governo Federal e determinado reforço na assistência às cidades atingidas com máquinas, caminhões, além do fornecimento de colchonetes, água potável e cesta básica.

"É hora do apoio imediato com máquinas e caminhões. Toda a Defesa Civil e o efetivo do Corpo de Bombeiros estão mobilizados no socorro às vítimas, principalmente aquelas que estão sem condições de retornas às suas casas", afirma Cabral.

Você pode gostar