Por thiago.antunes
Rio - Na abertura da ‘estação oficial’ do carioca, um cenário nada convidativo. O verão começa neste sábado com um dos mais belos cartões-postais do Rio — a Praia de Ipanema — mais poluído. Segundo a Secretaria Municipal de Meio Ambiente, a areia do movimentado trecho da Rua Maria Quitéria apresentou altos índices de contaminação. Enquanto em 2012 houve 54% de ocorrências como área não recomendada ao banhista, este ano o índice aumentou para 64%. Já na Praia de Ramos — imprópria para banho—, uma ‘surpresa’: nos dois períodos, a areia não acusou problemas.
Para o órgão, o quadro não é inusitado: os locais com maior frequência de banhistas e presença de animas são os mais críticos. Em Copacabana, a contaminação também aumentou. Em 2012, as areias do trecho da Rua Souza Lima não eram recomendadas em 13% dos casos e este ano, em 59%. 
Análises da Secretaria Municipal de Meio Ambiente mostram que a diversão na areia da Praia de Ramos não oferece riscos. Mas só na areia Alessandro Costa / Agência O Dia

“Não é a qualidade da água que interfere na areia, mas o mau uso, como deixar resto de comida, e o manejo inadequado com o cachorro que deixa fezes na praia”, declarou o secretário Carlos Alberto Muniz, ao afirmar que o órgão faz campanhas de conscientização e conta com parceria da Secretaria Especial de Ordem Pública (Seop). Segundo a Seop, só este ano foram 13.727 abordagens para retirada de cães —a prática é proibida.

Publicidade
Para o biólogo Mário Moscatelli, o carioca contribui para a praia suja. “Ele transforma a praia num penico. É preciso consciência”. Ele acredita ainda que o trecho testado de Ramos seja longe do Valão da Penha. “A areia ali é contaminada, pois é onde o esgoto chega”, diz.
Toplessaço neste sábado às 10h
Publicidade
Os preparativos para o Toplessaço, amanhã, às 10 horas, em Ipanema, já andam a mil. Só mesmo uma chuva muito forte poderá adiar o evento para domingo. Segundo a coordenadora do evento, Ana Rios, o objetivo é reivindicar a liberação da prática nas praias. Haverá um ponto de encontro na Rua Joana Angélica, onde serão distribuídos 1 mil apitos para que as mulheres alertem para algum problema.
Topless coletivo tomará as areias de Ipanema%2C num protesto acalorado com a bandeira da 'naturalização dos corpos'Fotos%3A José Pedro Monteiro / Agência O Dia

Uma comissão de voluntários fará a segurança e advogados da Comissão de Direitos Humanos da OAB-RJ foram chamados para assessorar o ato. Também serão distribuídos panfletos de medidas se segurança. As precauções foram tomadas depois que a página do manifesto no Facebook, que já tem 9 mil confirmações, foi alvo de comentários preconceituosos. Segundo Ana, a Subprefeitura da Zona Sul foi avisada sobre o evento.

Lixo é vilão em praia da Zona Sul

A sujeira nas areias de Ipanema incomoda banhistas, frequentadores e moradores. “No meio do ano até que a praia fica limpa, mas é só chegar o verão que fica uma sujeira à tarde. A Comlurb faz um ótimo trabalho de limpeza, mas as pessoas têm que se conscientizar porque não falta lixeira”, disse o estudante Felipe Carvalho, de 16 anos.
Publicidade
“Quando a gente está surfando, encontramos pedaços de plástico, tampa de garrafa, coco, canudo e muito lixo que as pessoas deixam na areia e vem pro mar. É muito ruim”, disse o surfista Felipe Teixeira, de 14 anos. Para Juliana Portela, 24, moradora do bairro, o problema é causado pelos frequentadores, principalmente nos fins de semana. “A praia amanhece limpa, mas durante a tarde é essa sujeira. Nos fins de semana ainda é bem pior, as pessoas não têm educação”.
Publicidade