Por adriano.araujo

Rio - Uma menina foi baleada na Favela Para Pedro, no bairro Colégio, na Zona Norte, durante um tiroteio nesta segunda-feira. Em protesto, moradores da comunidade fecharam a Avenida Pastor Martin Luther King Jr., em frente a estação de metrô.

A criança, ainda não identificada, foi levada para a UPA de Irajá. Não há informações sobre o seu estado de saúde. Um grupo colocou fogo em caixotes, fechando a Avenida Martin Luther King. Policiais dispersaram os manifestantes com bombas de gás e balas de borracha. 

>>> GALERIA: Moradores fecham via após morte de criança

Crianças observam ônibus queimado na Avenida Pastor Martin Luther King Jr.Fernando Souza / Agência O Dia

De acordo com a P2 do 41º BPM (Irajá), a região vem sendo disputada por facções rivais. Viaturas foram deslocadas para o local. Informações dão conta que traficantes de uma facção rival vindos dos morros do Jorge Turco, em Rocha Miranda e do Chapadão, em Costa Barros, tentariam invadir o Para Pedro.

Na última quinta-feira, dois homens foram mortos a tiros em confronto com policiais do 41º BPM Favela Para Pedro. Segundo os PMs, com eles foram apreendidos um fuzil AR-15, um carregador, uma pistola calibre 45 e cargas de cerca de 100 sacolés de maconha, cocaína e crack.

Na terça-feira, três pessoas foram presas durante uma operação policial. De acordo com a PM, os suspeitos estavam com um fuzil, duas pistolas e uma quantidade cocaína. Os dois foram levados para a 27ª DP (Vicente de Carvalho) e foram autuados por porte ilegal de arma e entorpecentes.

Avenida Pastor Martin Luther King Jr. foi fechada após morte de criança na Favela Para PedroDivulgação


Você pode gostar