Por raphael.perucci

Rio - Professor da Coppe/UFRJ, Moacyr Duarte diz que havia falha no projeto de fabricação ou de adaptação do ônibus de dois andares que se acidentou na viagem entre Curitiba e Rio: pelo menos 16 pessoas morreram.

Segundo ele, a deformação da parte superior do veículo mostra que esta estrutura era sustentada por colunas frágeis e não possuía qualquer elemento de sustentação. Ou seja, não oferecia segurança em caso de capotagem.

Você pode gostar