Mutirão vai dar novo colorido a casas da Favela Santo Amaro

Pintura dos imóveis complementa a ocupação que pôs fim a cracolândia

Por O Dia

Rio - O Morro Santo Amaro, no Catete, ocupado pela Força Nacional desde 2012, ganhará mais cor a partir desta quinta-feira. A prefeitura comandará mutirão de pintura nas casas da favela. Serão três dias de trabalho, e o resultado, o mais colorido possível. Até agentes da Força Nacional vão colocar a mão na massa. O mutirão contará com 120 homens da segurança pública para dar mais agilidade ao processo.

A Secretaria Municipal de Governo, que comanda o projeto, ainda não sabe quantas casas receberão a pintura, mas garante que as cores serão fortes: verde, amarelo, azul e laranja.
Na cidade, duas favelas chamam a atenção pelo colorido.

Casas do Dona Marta ganharam cores novas após a pacificação Ernesto Carriço / Agência O Dia

O Morro Santa Marta, em Botafogo, teve projeto do estado em parceria com uma loja de tintas. Na Rocinha, em São Conrado, as cores vieram com o PAC, do governo federal, e foram inspiradas no Caminito do bairro da Boca, em Buenos Aires.

Antes da ocupação, o Morro Santo Amaro era conhecido como cracolândia. A favela era apontada como um dos maiores pontos de venda e consumo de drogas da cidade. Lá, a Secretaria Municipal de Assistência Social recolheu 3.076 pessoas, sendo 2.844 adultos.

Últimas de Rio De Janeiro