Por thiago.antunes

Rio - A Secretaria Estadual de Assistência Social e Direitos Humanos (Seasdh) divulgou, na tarde desta quinta-feira, balanço das chuvas no estado do Rio. Em decorrência das chuvas do início de dezembro, 105 pessoas permanecem em dois abrigos em Macaé: Estádio Municipal e em um prédio vazio, anteriormente destinado ao acolhimento de crianças;

Essas famílias tiveram perda total de suas casas e a Prefeitura vai fornecer aluguel social no valor de 600,00 para cada família. Equipes acompanham as famílias, orientando quanto à documentação, serviços e a procura de casas para alugarem. Santo Antônio de Pádua encontra-se em alerta, mas não há, até o momento, maiores danos e não há desalojados. Em Italva e Itaperuna, há o mesmo panorama.

Rio Muriaé subiu em Itaperuna e deixou desabrigadosMarcos Ribeiro / Agência O Dia

Já em Bom Jesus do Itabapoana, 11 famílias estão em dois pontos de abrigo por medida prevenção, pois em função das chuvas no Espírito Santo, o rio Itabapoana ainda não voltou ao leito.

Em Laje do Muriaé, há 13 famílias desalojadas em casa de parentes e duas casas interditadas, a cidade continua em alerta, no momento não chove.


Você pode gostar