Por cadu.bruno
Rio - O prefeito Eduardo Paes disse nesta sexta-feira, durante almoço com jornalistas, que o Elevado da Perimetral e o mergulhão da Praça XV serão completamente fechados no dia 25 de janeiro para obras na Zona Portuária.
Para tentar desafogar o trânsito na região, o prefeito cogita implementar mão dupla para ônibus na Avenida Rio Branco, que seria exclusiva para coletivos e táxis.
Publicidade
Derrubada total da Perimetral usará várias técnicas
O primeito trecho da Perimetral foi demolido no último dia 24 de novembro. Foram necessários apenas cinco segundos para colocar no chão parte da estrutura, entre a Avenida Professor Pereira Reis e a Rua Silvino Montenegro, composta por 29 vãos e 232 vigas que, somados, pesam 5.104 toneladas. A previsão era que a implosão levasse cinco segundos.
Publicidade
O que restou da Perimetral virá abaixo de três formas diferentes. O trecho de 750 metros, entre a rodoviária e a Avenida Professor Pereira Reis, com estrutura similar à demolida em novembro (concreto e vigas de aço), será implodido no início de 2014.
Elevado da Perimetral teve um trecho implodidoSeverino Silva / Agência O Dia

Já a parte entre a Rua Silvino Montenegro e a Praça Mauá, por não ter pilares de sustentação que permitam a implosão, e por ter casarões centenários, será “desmontada quase artesanalmente. O trecho entre a Praça Mauá e o Santos Dumont, formado apenas por concreto, será demolido após escoramento de sua estrutura.

A Secretaria Municipal de Transportes informou que a Via Expressa que substituirá a Perimetral terá 5.050 metros, três faixas em cada sentido e o maior túnel urbano do Brasil, com 2.570 metros. A construção do túnel permitirá a abertura de um grande passeio público com 61 mil m² e 2,6 km de extensão, do Armazém 8 até a Praça 15. Combinada à Via Binário do Porto, inaugurada no dia 2 de novembro, a nova via aumentará a capacidade do tráfego em 27% a partir de 2016.