Por marcello.victor
Rio - Uma operação de combate à desordem da Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop) retirou 18 decks de madeira construídos irregularmente por quiosqueiros da orla em área de restinga na Avenida Lúcio Costa, na Barra da Tijuca, na Zona Oeste da cidade, na madrugada desta sexta-feira.Segundo a Secretaria Municipal de Meio Ambiente, os donos dos quiosques podem ser multados em até R$ 10 mil pela colocação indevida dos decks em Área de Proteção Ambiental (APA).
Agentes da Seop retiram decks de madeira irregulares da orla da Barra da TijucaDivulgação

Durante a ação, segundo a Seop, seis bancos de madeira e que estavam fixados ao solo em área de preservação ambiental também foram removidos. Fiscais de Controle Urbano também apreenderam nos quiosques 267 cadeiras de plástico, 79 mesas de plástico, 36 cadeiras de madeira e 11 mesas de madeira, além de um cooler que estavam expostos indevidamente em via pública. Aproximadamente 160 cocos que estavam estocados clandestinamente debaixo de um dos deck retirados também foram apreendidos.

Em 17 de junho de 2013, ainda segundo a Seop, foi publicado no Diário Oficial o decreto nº 37.295, que revogou outro decreto, o de número 30.332/2008 que estabelecia critérios e materiais para a instalação dos decks junto aos quiosques sitiados na Avenida Lucio Costa.
Publicidade
Segundo a Prefeitura, os proprietários dos quiosques foram notificados três vezes: nos dias 31 de outubro, 1º de novembro e 4 de dezembro deste ano pela Seop para retirarem os decks.
Participaram da ação agentes do Grupamento de Ações Especiais (GAE), Fiscais de Atividades Econômicas (FAE) e de Controle Urbano (CCU) da Seop, guardas municipais, Patrulha Ambiental da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Seconserva, garis da Comlurb e que contou com o apoio de policiais militares.