Crianças que morreram em incêndio, em São Gonçalo, serão enterradas nesta quinta

De acordo com testemunhas, uma vela acesa pode ter causado o fogo

Por O Dia

Rio - O enterro das quatros crianças mortas em um incêndio em São Gonçalo acontecerá neste quinta-feira no Cemitério do Pacheco, por volta das 13h. O fogo, que começou por volta de 1h da última quarta-feira, se alastrou rapidamente e matou dois meninos de, 2 e 3 anos, e duas meninas, de 4 e 6 anos. O acidente aconteceu na Rua Mateus Saraiva, no Bairro Boaçu.

Os corpos estão no Instituto Médico Legal (IML) de Tribobó. Segundo testemunhas, as crianças, que foram passar o Ano Novo com pai, Edson Paulino, estavam dormindo no imóvel quando o incêndio começou. O pai estava em frente ao local junto com amigos e parentes. A mais velha chegou a ser socorrida e levada para o Pronto-Socorro de São Gonçalo, mas não resistiu aos ferimentos.

A casa fica nos fundos do número 643, atrás de outras residências. Ainda de acordo com as testemunhas, a localidade estava sem luz há três dias e uma vela acesa no local onde as crianças dormiam pode ter sido o motivo do incêndio. Os Bombeiros levaram cerca de duas horas para conter as chamas, sendo que quatro veículos foram utilizados na ocorrência, informou a corporação.

O caso foi registrado na 73ª DP (Neves). Para a delegada Camila Lourenço de Oliveira, ainda não é possível especificar a causa do incêndio, pois somente o laudo pericial poderá definir se o incêndio foi acidental, criminoso ou se houve negligência.



Últimas de Rio De Janeiro