Por bianca.lobianco

Rio - Saber exatamente quanto tempo ainda será preciso esperar pelo ônibus. Esse sonho de muitos cariocas começa a virar realidade, pelo menos, em Copacabana. Oito monitores de LCD já foram instalados em pontos do BRS na Avenida Nossa Senhora de Copacabana e na Rua Barata Ribeiro e, em 15 dias, devem passar a mostrar quantos minutos restam para a chegada dos coletivos, que são rastreados por GPS.

“No começo, ainda precisamos realizar testes e fazer ajustes no sistema, mas, em até 15 dias , deve começar a funcionar”, afirmou o secretário municipal de Transportes Carlos Roberto Osório.

Monitores em Copacabana mostrarão horário dos ônibus Alexandre Vieira / Agência O Dia

Ontem, os monitores mostravam uma tela fixa, com a logo do sistema BRT, e os passageiros ainda não sabiam o que era aquela novidade. “Eu nem tinha notado, mas agora que você me disse, gostei da ideia. Eu fico esperando ônibus para a Praça Mauá e, às vezes, demora mais de 15 minutos. Sabendo quanto tempo falta, posso ir fazer outra coisa enquanto ele não vem ou pegar outra condução para o Centro e caminhar”, disse o porteiro Renato Silva, de 48 anos, em uma das paradas da Avenida Copacabana, ao ser informado pela equipe de reportagem.

A ideia da Rio Ônibus (associação das empresas de ônibus), responsável pela implementação, como antecipou O DIA no início de dezembro, é fazer um teste com os oito equipamentos em Copacabana e expandir o serviço para outras áreas da cidade, que já tenham os corredores BRS, se a receptividade for boa e não houver depredações. O novo sistema usa a localização passada pelo GPS dos veículos ao Centro de Controle Rio.

Você pode gostar