Por marcello.victor

Rio - Noite de sexta-feira de desespero e irritação para 115 turistas brasileiros e estrangeiros a bordo do trem do Corcovado. Uma composição ficou parada no trajeto de volta do Cristo Redentor devido a uma pane. Os passageiros ficaram no meio do caminho e muitos tiveram que caminhar pela mata escura e próximo a uma ribanceira. Segundo a empresa Trem do Corcovado, outros dois trens, além de vans que operam no trajeto até o monumento, foram usados para auxiliar no transporte dos usuários até a estação do Cosme Velho, na Zona Sul.

A pane ocorreu às 19h30, segundo a direção da Trem do Corcovado. Por cerca de duas horas, os passageiros disseram que não tiveram nenhum tipo de informação da administração do trem do que estava ocorrendo. Eles também criticaram a ação de resgate da empresa responsável pelo trem.

"A gente ficou lá, só que era para eles (funcionários) terem subido logo e nos tirado. Só que eles ficaram tentando consertar o vagão com a gente dentro", protestou a estudante Jane Moura, turista de Natal, no Rio Grande do Norte.

O transbordo dos passageiros que ficaram presos na composição foi feito em dois trens enviados até o local. De acordo com alguns turistas, eles muitos ficaram dentro da composição sob forte calor. Outros tiveram que caminhar pela na mata, sem iluminação e próximos a um precipício, para embarcar em outra composição.

"Eles (funcionários) não tinham kit de primeiros socorros, o cara (segurança) não tinha lanterna. A gente teve que usar a lanterna do celular para iluminar os trilhos para passar". denunciou o analista de sistemas Glauco Pedroso. Ele tinha levado o cunhado e irmão para conhecer o local.

A empresa informou apenas que houve um problema técnico ainda não identificado. Segundo testemunhas, já na estação Cosme Velho passageiros discutiram sobre a devolução do dinheiro da viagem nos guichês. A empresa informou que as quantias foram devolvidas e que realizou um atendimento imediato aos visitantes.

Com a paralisação da linha férrea, turistas que estavam no monumento do Cristo Redentor foram levados de volta para a estação Cosme Velho em vans extras disponibilizadas pela empresa.

Você pode gostar