Por adriano.araujo

Rio - O soldado da PM baleado durante um tiroteio com traficantes na Rua Ministro Edgard Romero, próximo ao Morro da Serrinha, durante a madrugada desta quarta-feira, permanece internado, de acordo com a Polícia Militar.

Ele, que foi baleado no abdômen, está estável e não corre risco de vida. Uma outra policial, atingida por estilhaços, foi atendida no Hospital Estadual Carlos Chagas, em Marechal Hermes, e liberada.

Policiais do Bope participam de operação em MadureiraSeverino Silva / Agência O Dia

Desde o início da manhã desta quarta-feira, policiais do 9º BPM (Rocha Miranda) realizavam uma operação nos morros da Serrinha, da Congonha e do Cajueiro. A operação contou com o apoio dos batalhões de Operações Policiais Especiais (Bope), de Choque e do 41º BPM (Irajá). Eles tentavam localizar traficantes, armas e drogas. A ação terminou sem nenhuma prisão ou apreensão.

De acordo com o Serviço Reservado (P-2) do batalhão, os policiais foram atacados por traficantes do Morro da Serrinha, que tentavam atravessar a via para invadir o Morro do Cajueiro e tomar o controle das bocas-de-fumo da facção rival. Durante a madrugada não houve prisões ou apreensões nas comunidades de Madureira e adjacências.

Os tiroteios na região de Madureira se intensificaram desde a noite de segunda-feira. Bandidos da Serrinha tomaram o Morro da Congonha, que também fica na região, e agora estariam tentando invadir o vizinho Morro do Cajueiro. Os marginais teriam recebido reforço de comparsas expulsos da Congonha e também do Morro do Juramento, em Vicente de Carvalho, para impedir a investida da facção da Serrinha.

Desde a noite de terça-feira moradores do bairro já relatavam nas redes sociais o desespero e a intensidade do tiroteio na região. Motoristas de tentavam passar pela Avenida Ministro Edgard Romero voltaram com medo do confronto.

Você pode gostar