Por tamyres.matos

Rio - Policiais da Delegacia de Defesa dos Serviços Delegados (DDSD) identificaram, na terça-feira, uma ligação clandestina direta na rede de distribuição de concessionária Cedae feita pela empresa DT Engenharia e Empreendimentos.

A ligação irregular possibilitava a captação de água potável de forma irregular para um canteiro de obras, situada próximo ao número 420 da Avenida Schultz Wenk, em Cordovil, onde a empresa realiza uma obra de despoluição.

A engenheira responsável, Juliana Cristina Luiz Ribeiro, 29 anos, foi presa em flagrante e encaminhada para a especializada, onde foi autuada por furto de água. Ela foi liberada após pagamento de fiança arbitrada pelo delegado.

Peritos do Instituto de Criminalística Carlos Éboli (ICCE) realizarem os exames no local e, em seguida, técnicos da concessionária lesada desativaram a ligação irregular.

Você pode gostar