Por tamyres.matos
Rio - Desconfiado de que o ex-companheiro Douglas Antônio da Silva Teixeira estava se relacionando com a vizinha Jeanne Senna Cardoso, Danilo Jansey da Silva Ressol, de 31 anos, matou a facadas a mulher. O crime aconteceu em 26 de janeiro de 2012, em Vila Rosali, São João de Meriti, na Baixada Fluminense. Após quase dois anos, Danilo acabou preso segunda-feira por policiais da 64ª DP (São João de Meriti). Ele foi encontrado em Irajá, na empresa de telemarketing onde trabalhava.
À época do crime, Jeanne tinha 44 anos e Douglas, 18. Segundo o delegado-titular da 64ª DP, Delmir da Silva Gouvea, Danilo e Douglas tiveram uma briga, e Danilo colocou o ex-companheiro para fora de casa. O desentendimento aconteceu por volta das 23h.
Danilo é acusado de matar vizinha por ciúmes do ex-companheiroJosé Pedro Monteiro / Agência O Dia

“Sem ter para onde ir, ele foi morar na casa da vizinha, onde passou uns dias. Mas o companheiro começou a desconfiar que eles estavam tendo um caso e matou a mulher. Foi um crime passional, motivado por ciúmes”, contou Delmir.

Publicidade
De acordo com o delegado, Danilo teve teve um acesso de fúria e invadiu a casa de Jeanne e a matou. “O ex-companheiro dele tentou evitar que ela fosse morta, mas sem sucesso. Os dois chegaram a lutar e Douglas deu um mata-leão no ex-companheiro, que o mordeu. Danilo desferiu vários golpes na vítima”, contou Delmir Gouvea.
O delegado disse ainda que Danilo era integrante da Escola de Samba Grande Rio, em Duque de Caxias. Ele era passista, mas, segundo as investigações, após o crime deixou de frequentar a quadra e ficou desaparecido até a última segunda-feira, quando foi pego.
Publicidade
Depois do assassinato, Douglas prestou depoimento na 64ª DP e apontou o o ex-companheiro como o assassino de Jeanne. Danilo ficará preso no Complexo Penitenciário de Gericinó. O mandado de prisão dele foi expedido pela 1ª Vara Criminal de São João de Meriti.