Por bianca.lobianco
Rio - A promotora de Justiça, Christiane Monnerat, vai determinar que a Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente (DPMA) indicie por maus tratos e apologia ao crime um soldado da Aeronáutica. Em sua página no facebook, o militar da Base Aérea do Galeão, postou uma foto de um bicho morto, com a frase “gatinho leve no Natal. Só para quem gosta”. O post causou idignação e foi compartilhado nas redes sociais.
Ontem, ele prestou depoimento. Alegou que foi brincadeira e que não se tratava de um gato, mas de um coelho. A crueldade com o animal teria acontecido numa festa de Natal em Nova Iguaçu. “Foi uma barbaridade. Não importa que animal tenha sido. A lei é clara: praticar abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais é crime. E ele ainda postou, o que caracteriza apologia”, disse Christiane. “Foi uma brincadeira de mau gosto e ele vai ter que responder por isso”, avisou o delegado-titular da DPMA, José Rezende.
Publicidade