Por tamyres.matos
Rio - O prefeito Eduardo Paes exonerou no dia 6 de janeiro o subsecretário de Novas Tecnologias Educacionais, Rafael de Carvalho Pullen Parente, da Secretaria Municipal de Educação. A exoneração foi publicada no Diário Oficial do município.
O subsecretário se envolveu em uma medida polêmica, denunciada pelo vereador Cesar Maia: ele é acusado de patentear em seu nome projetos como Educopedia, Educomundo e Educoteca, que pertenciam à Secretaria onde trabalhava e, portanto, à administração municipal.
Publicidade
A assessoria de imprensa da Secretaria de Educação informou que não houve nenhum tipo de irregularidade na gestão de Rafael de Carvalho Pullen Parente e que a exoneração se deveu a um pedido do ex-subsecretário, por motivos particulares. Parente teria dito que gostaria de tocar outros projetos pessoais.
Ainda de acordo com a assessoria da Secretaria de Educação, os projetos foram desenvolvidos pela Oi Futuro em parceria com a secretaria e suas patentes doadas para a prefeitura.
Publicidade
Rafael teria patenteado os projetos no fim de 2011, para agilizar o processo de implantação dos mesmos nas escolas da rede municipal, mas já teria transferido as patentes para a prefeitura.
A secretária de Educação Claudia Costin foi contactada pela equipe de reportagem do DIA para comentar a exoneração de Rafael de Carvalho Pullen Parente, mas não retornou as ligações até a noite de ontem.